segunda-feira, abril 07, 2008

Hölderlin I

Aos poetas jovens


Queridos Irmãos! talvez a nossa arte amadureça,

... Pois, como o jovem, há muito ela fermenta já,
... ... Em breve em beleza serena;
... ... ... Sede, então, devotos, como o Grego foi.


Amai os deuses e pensai nos mortais com amizade!
... Odiai a ebriedade como o gelo! Não ensineis nem descrevais!


... ... Se o mestre vos assusta,
... ... ... Pedi conselho à grande Natureza!


(tradução: Paulo Quintela)


(Hölderlin. In: Poemas)

2 Anátemas

Anonymous Guigga disse...

Fala Poncelain,
Feliz retorno procê ao mundo blogueiro. Estarei sempre por aqui. Publicando direto, heim? Muito bom! Sábado nos vemos (recebeu meu email?)!

3:22 PM, abril 07, 2008  
Blogger Ricardo disse...

ahá!! ótimo retorno!!
sorte com as publicações gratuitas e com as da confraria!!!!! arrasa!

ricardo

3:42 PM, abril 07, 2008  

Postar um comentário

Criar um link

<< Home