quarta-feira, novembro 05, 2008

Poema múltiplo - SIMPOESIA 2008

Abaixo se lê o poema Gopala, escrito sobre as mesas do restaurante homônimo, em São Paulo, durante o SIMPOESIA, por diversas mãos - Delmo Montenegro, Glauce Soares, Ligia Dabul, Izabela Leal, Pablo Araujo e Thiago Ponce de Moraes.
.
GOPALA
.
sob
a carcaça fétida
do último Ganesha
— almoçamos —
a carne do vazio
do zero
em si
— a constelação primeira —
a hora vara
a primavera
— mas é São Paulo — era
outubro ainda —
nada
— a estupidez de
nossas peles —
desfazendo-se
— almoçamos —
como o verme que
dança
sob
a sílaba apsara
.
alguém reclama da
falta de carne
sim, uma feijoada de soja
e um puro perímetro claro
.
Shiva dança sobre
o vazio
sob
as reclamações
com fome
Gandhi olha de soslaio
ninguém sabe mais
onde está outubro
nem Ganesha
nem o zero
nem São Paulo
nem os vermes
Gandhi aponta a saída
a porta fechada
nenhuma palavra
a estupidez
sob
a sílaba apsara
nenhum verso
na dobra desta trágica
mesa
Shiva interrompe
reclamações
ou qualquer dança
.
nem a leve chuva lá fora
sacia a fome que sinto de você,
boca infinita a devorar a primavera
onde não estamos
.
devorados
pela constelação primeira
— almoçamos —
devorados pela última pele dos vermes
— última carcaça —
devorados
pela infinita fome dos deuses
— desfazemo-nos
no puro perímetro claro —
hora-vara
em torno de Gopala
— o verso zero
.
São Paulo, outubro de 2008.

7 Anátemas

Anonymous paulo de toledo disse...

e aí, thiago, blza?
pô, queria estar nessa mesa.
abrações

10:10 AM, novembro 11, 2008  
Blogger Thiago Ponce de Moraes disse...

Paulo, meu caro, essa mesa estava bem bacana mesmo. Bons amigos e poetas.


Grande abraço,

Ponce.

11:14 PM, novembro 14, 2008  
Blogger Ricardo Freitas disse...

huuumm,,,,, passando por aqui,,, lendo coisas,,,,

7:59 PM, novembro 17, 2008  
Blogger T. Barros disse...

Retornando aos blogs de arte. Bom aqui!
Abraço!
Tânia B .

2:21 AM, novembro 23, 2008  
Blogger Antônia Burke disse...

Thiago,

Não sei se você vai lembrar, nós nos falávamos há muuuito tempo atrás,por conta de Letras, blogs, UERJ, etc.
Por uma super coincidência, acabei parando por aqui! Será que você vai lembrar?
Pra refrescar a memória, entra no blog antigo, que eu nem sei se tá no ar ainda...(www.opostas.blogspot.com), mas não deixa de visitar o novo!

Beijos!

2:43 PM, novembro 24, 2008  
Blogger JULIO CARVALHO disse...

e vc esteve por aqui e nem me avisa????

9:49 PM, dezembro 09, 2008  
Blogger Walnélia disse...

Boa noite,Thiago.
Adorei ler teus poemas!
Vim aqui,através da Cronópios.
Grande abraço
Walnélia Pederneiras

11:54 PM, fevereiro 18, 2009  

Postar um comentário

Criar um link

<< Home