quinta-feira, maio 01, 2008

Guido Cavalcanti I

Pelo olhar fere o espírito sutil


Pelo olhar fere o espírito sutil
que faz na mente o espírito acordar,
do qual se move o espírito de amar
que faz todo outro espírito servil.

Não o descobrirá espírito vil,
tal é o dom deste espírito sem par,
espírito que faz tremer o ar
do espírito que faz dama gentil.

E deste mesmo espírito se move
um outro doce espírito suave,
que um espírito segue de mercê.

O qual espírito espíritos chove
e dos espíritos conhece a chave,
por força de um espírito, que vê.


(Guido Cavalcanti. In:Invenção)


(Tradução: Augusto de Campos)

0 Anátemas

Postar um comentário

Criar um link

<< Home