sábado, maio 17, 2008

Wallace Stevens I

DESILUSÃO DAS DEZ HORAS

As casas são assombradas
Por camisolas brancas.
Nenhuma é verde,
Nem roxa com bainha verde,
Nem verde com bainha amarela,
Nem amarela com bainha azul.
Nenhuma delas é estranha,
Com meias de renda
E faixas de contas.
Ninguém vai sonhar
Com caramujos e orangotangos.
Só um ou outro marinheiro velho
Bêbado dorme de botas
E pega tigres
Em dia vermelho.


(tradução: Paulo Henriques Britto)

(Wallace Stevens. In: Harmonium)

1 Anátemas

Anonymous Diego Viana disse...

Vim bisbilhotar e acabei sendo apresentado a Wallace Stevens. Acho que é pra isso que servem os blogs. Vou procurar no original.

2:45 PM, junho 15, 2008  

Postar um comentário

Criar um link

<< Home