quarta-feira, janeiro 17, 2007

A primeira resenha - por Astier Basílio

Necessidade de ser vanguardista prejudica poeta: o título, sim, da primeira resenha que sobre o Imp. escreveram.
Saída no Jornal da Paraíba, ela pode, por ora, ser lida aqui (em versão html, texto).

Como em poemas prefiro apresentar o arsenal de revide, e como cada um que externa algo, externa esse algo a partir de algum lugar (na maioria das vezes), deixo poucas palavras, na minha forma de verdade maior, que seja minha mínima ou máxima fé, o que da no mesmo porque já, antes de se estabelecer, é :

Implícito

É preferível guardar
Silêncio
Ser nada e apenas nada
Ainda que não ou sim ou seja


Crítica

Repreender sim.
Mas se há de convir:
Em poesia há muito mais
Gosto.


Agradeço porque nada se sabe, tudo se imagina.

0 Anátemas

Postar um comentário

Criar um link

<< Home